Páginas

quinta-feira, 28 de julho de 2011

É o melhor para poder crescer (?)

istockphoto_15755406-fresh-vegetablesEu nunca fui uma pessoa muito amiga de legumes e verduras. Eu sei, eu sei igual criança.  E sim, eu tenho paladar infantil. :) Na hora do almoço era sempre aquele sacrifício da mamãe tentando me fazer comer os legumes da sopa.

Como eu já tinha dito antes odeio ser magra, e mesmo fazendo dieta pra engordar com um nutricionista não deu jeito. Aí que foi só eu ir pra Holanda e ficar longe de casa, e pronto lá ganhei 5kg, CINCO quilogramas!!!! Meu sonho se realizou, mas ainda faltava ganhar mais dois. E eu J-U-R-O que não foi comendo só fast food. Depois de tanto esforço comendo porcaria tudo direitinho veio essa cirurgia na vesícula.

Comida só sem sal e sem gordura. Fritura nem pensar, fast food nem em sonho, refrigerante quanto menos melhor, nem biscoito recheado eu posso comer(!!). Resultado? Dos meus tão queridos e acumulados 5 quilos, três já foram embora e a minha sensação de ser A Gosssstosa da vez já era. Todas chora.

Ou seja, mesmo em casa só tenho comida de hospital, e a maior dúvida da humanidade: “Como faz pra manter o peso só na base da salada (sem azeite e sem sal)?” HELP ME!!!!

.

domingo, 24 de julho de 2011

A você…

… por quem eu tenho uma admiração sem tamanho;                                              que me faz sorrir todos os dias;                                                                           que me estressa de um jeito que eu adoro;                                                            que me ensina algo novo todos os dias;                                                                que faz eu me sentir completa;                                                                            que faz eu querer ser melhor a cada dia;                                                           que me conforta;                                                                                              que faz meus olhos brilharem;                                                                           que vai comprar batata frita de noite só pra satisfazer minha vontade;  :)               que atura os meus momentos de stress;                                                               que adora camisas verde-militar;                                                                           que já é parte da minha família;                                                                            que é a minha pessoa imperfeita;                                                                          e quem eu amo tanto…

eu desejo todas as coisas mais maravilhosas desse mundo (e dos outros mundo). Que Deus ilumine sempre o teu caminho, te encha de bençãos e te dê a sabedoria necessária para enfrentar todos os obstáculos que surgirem. Porque no que depender de mim, amor não vai faltar. =)

123

Feliz aniversário meu amor!

.

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Humor holandês

Na Holanda, a fatura de luz é paga mensalmente um valor fixo, e somente no final do ano fiscal (maio) é que a empresa de luz faz a medição pra descobrir o quanto de fato você consumiu de energia. Se esse valor for o mesmo que você pagou durante o ano, ok; se for menor, a empresa te devolve o dinheiro que foi pago a mais; e se for maior aí eles te dizem o quanto a mais você terá que pagar pra quitar o teu saldo. Pois bem…

Abrindo as correspndências, entre muuuitas revistas de ofertas do supermercado, P. encontrou a fatura da conta de luz 2010/2011 e lá dizia que ele pagou a mais do consumiu, então a empresa iria devolver a ele a quantia de 9,41 eurecas. E disseram que baseando no consumo que ele teve no decorrido ano, o valor base de pagamento mensal pra ele no ano próximo seria de 4.984,00 euros. Isso mesmo, quatro MIL novecentos e oitenta e quatro euros!!!!! Agora eu te pergunto: como assim Braseeeel?!??!?

 dutch humor Clica na imagem pra aumentar 

P. não aceitou a fatura e ligou pra concessionária de energia, ao perguntar sobre o valor do próximo ano a mocinha só disse que alguém tinha escrito o valor errado, assim sem dar a menor importancia pra gravidade do assunto, e disse que ele poderia escolher o quanto queria pagar.

Imagina se fosse um daquele magnatas super rhycos que nem sabe as contas que paga, lá ia rasgar 5 mil eurecas por mês sem necessidade. Ou alguém que faz o pagamento automaticamente pelo banco!? Ok, eles receberiam parte desse dinheiro depois de um ano, mas ainda assim é um erro muito grave você não acha? Eu acho.

Mas já que o pior NÃO aconteceu vamos rir, que chorar dá rugas!

.

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Já pode me “curtir”

istockphoto_14087486-thumbs-up-2 Escrever aqui no (Manu)escritos tá me fazendo muito bem e o meu propósito inicial de chutar o pau da barraca relaxar, dividir minhas descobertas e informar a family tá dando certo. Pra minha surpresa também tá me redendo alguns projetos de amizade. O que me alegra muito, afinal, pessoas que te querem bem, ainda que virtuais, nunca são demais. Principalmente pra quem está num lugar novo.

Quem precisa se reacostumar com uma sociedade e comida costumes totalmente diferentes dos seus. Na hora do aperto, de uma dúvida ou um momento de “eu quero que o mundo se exploda”, longe da família e dos amigos de infância correr pra essa interatividade que a nossa querida internet nos dá é uma opção infinitamente mais barata do que pagar muitos dinheiros por uma hora no analista.

Então buscando uma maior interatividade e proximidade, ainda que virtual, com você que lê meus escritos, tira dois minutinhos pra comentar e fazer eu me sentir importante… Tchan nam nam nam! Criei uma página no Facebook super hiper power ultra linda e phyna, que você poderá interagir com o blog, comigo, com os outros leitores além de ficar sabendo quando um texto for publicado bem rapidinho, automaticamente. Suuuper legal, néah!? =P

Quer me curtir?

É só clicar aqui, e depois em “curtir”. OU aqui na minha barra lateral tem um box do Facebook. OU ainda na bara de menus lá em cima da página do blog, onde tem o link direcionando pra página no Facebbok.                                                     Mamão com açúcar, heim!

Então, ajude a auto-estima dessa moça carente a aumentar um pouquinho, segura na minha mão, diz que me ama e me curte! :)

.

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Tá doendo, mas tá bom

Hello people,

Então esse é um rápido informe, só pra avisar que já fiz a cirurgia pra retirada dos cálculos na vesícula, que por sinal eram muuuuitos. Já voltei pra casa apesar da dor, que ainda não passou.

Mas ok, é normal pelo menos nesses primeiros dias. Meu cirurgião deve ser um pouco lesado, porque segundo ele hoje eu já poderia ir pra praia e comer o que eu quisesse. Até uma feijoada com carne de porco. Mas claro, eu que não sou boba nem nada, não vou entrar na onda dele. Se mau e porcamente eu consigo me levantar e andar arrastar os pés.

Minhas frases preferidas atualmente são: “aaaii” “ai cacete!” “atchimm aaaai” Acho que vou aproveitar que tudo rima pra tentar fazer um funk tipo esse, e ficar rhyca! O que você acha?  =P

Bom é isso, vou continuar me recuperando em casa e ao pouquinhos vou voltando pro blog.

Obrigada pelos votos de melhora!

.

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Eu tenho vesícula!!

istockphoto_12334037-surgeon

Senta que lá vem a história….

Há exatamente um ano eu fiz um check up geral. Incialmente, meu objetivo era fazer uma dieta de engorda pra ganhar peso. Isso mesmo, G-A-N-H-A-R peso (sim, eu não gosto de ser magra, sorry!).

A endocrinologista percebeu que a ultrasonografia não identificava minha vesícula biliar, aquele órgão em forma de “pêra” onde fica armazenada a bile. A médica pediu outros três exames, incluindo uma nova ultrasom e uma ressonância magnética pra encontrar a vesícula perdida da Manuelle. Em vão…

Nenhum dos exames, feitos em clínicas diferentes, identificou minha vesícula. Diagnóstico final: eu nasci sem vesícula biliar. Adorei, afinal seria uma cirurgia a menos pra fazer no futuro.

Mas como alegria de pobre dura pouco… em Junho deste ano, em pleno feriado prolongado, eu acordo com uma dor insuportável.  Fui pra emergência do hospital, a médica só olho pra minha cara e disse: “É vesicula, querida”. E eu respondi que era impossível, afinal, eu tinha provas de que eu tinha nascido sem ela. Então fui fazer uma ultrasom e pimba!!

A safada da vesícula tava lá, super se exibindo. A descoberta do ano! E pra completar a minha “sorte”, ainda ganhei vários calcúlos biliares grudadinhos nela de presente. Super legal, né!? -–'

Então é isso, gente. Eu tenho uma vesícula no estilo Kinder-ovo, aquela que já vem com surpresa dentro (entendeu? entendeu?  =P).

Essa semana eu vou fazer a cirurgia pra retirar os calcúlos, e espero não ter surpresas desse tipo novamente tão cedo (nem tão tarde)!

Reza por mim, tá!?                                                                                             Beijo.

.

sábado, 9 de julho de 2011

I’m back (em vários sentidos…)

Hello people!

Então, pois é, eu sei, eu sei… faz um tempinho enorme que eu não escrevo nada por aqui. E tenho que admitir que tá sendo difícil voltar a escrever, até porque tenho tanta coisa pra dizer e ao mesmo tempo não sei do que falar. Sabe como é? Diz que eu sou normal, vai…

Bom, meu último post foi um aviso de que estava indo pra lugar maravilhoso visitar a família do P. que eu adoro (a família e ele) =). E depois eu nem apareci mais, mas é que aconteceu tanta coisa que enfim…

Vamos por partes (Hello Jack!).

A viagem foi ótima! Maravi-linda e muito engordativa substancial. Afinal era feriado de páscoa, aquele almoção da mamma, literalmente, todo mundo reunido. Muita gente falando e ninguém se entendendo. Aquele caos organizado que eu, particularmente, adoro. =P

Amei o calor de 27ºC que encontramos na “terra da pizza”. Pelo menos me fez esquecer o friozinho que ainda fazia na Holanda.

A princesinha linda tava mais linda ainda, e grande! Uma mini-mocinha, que achou que nossa mala era um baú de presentes sem fim. Ahahaha!

Mas então, chegou a hora de voltar pra Holanda e por fim, a temperatura já tava melhorzinha. Lá pela casa dos quase 20ºC, que na minha Belém City, norte do Brasil, é um dia “frio” de chuva intenso, na Holanda o povo todo exibindo as pernocas com aquele bronze (oi!?) esperto do inverno. A brancura brilhava no sol.

E eu continuei voltando, até que cheguei no Brasil, na Belém City de My God. Meus três meses de visto de turista acabaram, minha primeira experiência de convivência longa com P. terminou com louvor (news news!), e eu matei a saudade das coisas e pessoas daqui.

Assim que cheguei consegui um emprego, que caiu do céu. Ou melhor, eu caí do céu direto pra ele. =P E que tá sendo muito importante pra eu não ficar parada no mercado, ocupar minha mente, esperar até poder voltar pra terra das tulipas sem enlouquecer, e claaaaro guardar um dinheirinho. Afinal, melhor ter pouco do que ter nada, don`t you agree? ;)

Mas hey!!! Não pensa que só porque eu voltei o blog acabou, não. Pelo contrário, tá só começando! Agora é começar a planejar minha volta e continuar contando pra você os micos causos de uma brasileira, que namora um italiano na terra das tulipas.

Pois é, como você pode perceber muitas, muuuitas coisas mesmo aconteceram. Muitas mesmo, tipo de montão, vááárias, inúmeras, sacou? Mas por hoje é só.

Algumas pouquíssimas fotos e dos meus últimos dias entre pizzas e tulipas :)

P1010180

“Baú de presentes infinito” – Impossível não se apaixonar por ela!

GEDC0017 (2)

Queen’s Day

GEDC0020

Welcome back to us! :D

.