Páginas

sábado, 17 de dezembro de 2011

O novo membro da família e o amor incondicional

Antes de tudo eu quero logo avisar que NÃO estou grávida, pra isso você vai ter que esperar um pouco mais. =P

Voltando ao assunto… há 3 semanas mais ou menos eu, minha prima e minha mãe resgatamos um cãozinho que tinha sido abandonado dentro da vala, aqui perto de casa.

Eu nem queria mostrá-lo aqui no blog, mas em tempos de polêmica e revolta nacional por causa de um monstro sem coração, que matou um cachorrinho indefeso de tanto espancá-lo eu queria falar sobre o amor que esses animais tem pela gente sem pedir absolutamente nada em troca.

Quando encontramos o meu cãozinho na rua cortou meu coração só de pensar como alguém pode ter jogado ele tão novinho dentro de uma vala. O coitadinho tava sujo e assustado, na primeira noite ele chorava ao acordar e não ver ninguém do lado. Só dormia se eu colocasse minha mão do lado dele. Imaginei o medo que ele tinha pelos dias que passou sozinho na rua.

Hoje ele já tá acostumado com a gente, e fica todo feliz quando a gente chega em casa e reclama se a gente acorda e não “fala” com ele. Eu consigo ver o tanto que ele já ama a gente, em tão pouco tempo, e em troca de nada. Só pelo fato de estarmos alí por perto. Quem tem ou já teve um pet, sabe do que eu tô falando.

E depois de ver o vídeo dessa mulher espancando o cachorrinho dela, eu só pude pensar no meu, e o quão sortudo ele foi de o termos encontrado, porque imagino que se o “ex-dono” ficasse com ele, a história não seria muito diferente desse indefeso Yorkshire assassinado.

Então, eu te apresento o meu bebê, Black!

Oi, acabei de chegar. Meu nome é Black… :)

black1

Eu adoro brincar com a meia…

black2

e fico muito cansado depois de tomar banho…

black3

Agora me diz, tem como não se apaixonar?  

.