Páginas

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Validação de diploma na Itália – Parte I

A saga começa assim: Eu sempre acreditei que os estudos são a única herança que ninguém pode tirar de você. Infelizmente, as autoridades nacionais e até nós mesmos não damos a devida importáncia que ele merece.

Sou formada em Jornalismo, e mesmo sabendo que o STF julgou pela não obrigatoriedade do diploma eu não desisti do curso, porque sei a diferença entre um profissional com e sem formação acadêmica.

Com a mudança pra Itália essa foi uma das minhas preocupações e esperança. Minha preocupação em continuar meus estudos e ter uma profissão, ainda que não fosse na minha área. E minha esperança em não jogar no lixo todos os anos de estudo que eu tive no Brasil.

O primeiro passo é respirar fundo, bem fundo e se preparar mentalmente (eu não fiz isso e me ferrei) pro stress. Paciência…

Depois da sessão de yoga, você precisa decidir se o seu interesse é validar seus diplomas para estudar na Itália ou para reconhecer sua profissão. Eu escolhi a primeira opção, Dichiarazione di valore per motivi di studio.

Consultando o site do consulado é possível ver a lista de documentos e requerimentos para iniciar o processo. (Preste atenção em qual consulado da itália é responsável pela jurisdição do seu estado)

Mas basicamente os documentos são esses:

1. Títulos de Ensino Fundamental e Ensino Médio

1.1 Histórico escolar (onde consta o Certificado de Conclusão). A assinatura do Diretor do Instituto de ensino deverá ser autenticada por um “Tabelionato de Notas” ou por um “Cartório de Registro Civil”.
1.2 Tradução para o Italiano feita por tradutor juramentado.

2. Títulos Universitários

2.1 Todos os documentos listados no item 1.
2.2 Diploma universitário e Histórico escolar. A assinatura do Reitor deve ser autenticada por um “Tabelionato de Notas” ou por um “Cartório de Registro Civil”.
2.3 Tradução para o Italiano do Diploma e do Histórico Escolar, feita por tradutor juramentado.
2.4 Confirmação de validade do Diploma e do Histórico Escolar, feita pela Faculdade universitária. O modelo do requerimento está na seção “Modulistica”, do site do consulado. Basta fazer o download e pedir para a universidade assinar. (este documento não precisa ser traduzido, mas as assinaturas devem ser reconhecidas em cartório)
2.5 Conteúdo programático de todas as disciplinas (não precisa ser traduzido), encadernado e acompanhado por declaração fornecida pela Faculdade, com indicação de: a) nome completo do estudante; b) denominação do curso e número de páginas do conteúdo programático. A declaração deverá ser traduzida por tradutor juramentado.

* Em caso de “MESTRADO”, “DOUTORADO” E “ESPECIALIZAÇÃO”, apresentar declaração do Instituto de Ensino com indicação de:
a) duração total;
b) requisitos de acesso;
c) percurso acadêmico para conseguir o título. A declaração deverá ser traduzida por tradutor juramentado, com firma reconhecida por um “Tabelionato de Notas”.

** CÓPIA SIMPLES DE TODA A DOCUMENTAÇÃO, INCLUINDO AS TRADUÇÕES.
*** CÓPIA SIMPLES DE UM DOCUMENTO DE IDENTIDADE VÁLIDO.

Uffa! Como você pode perceber é muita coisa, muita burocracia, mas com certeza valerá a pena no final.

Depois eu volto com o segundo passo dessa saga.

.

12 comentários:

  1. A saga é longa mas uma hora vc desenrola tudo. Boa sorte na validação :)

    ResponderExcluir
  2. manu quando vc chega por aqui?

    ResponderExcluir
  3. Obrigada Manu, em breve estarei iniciando a minha saga também. E o resultado???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marli!!
      O resultado foi o melhor possìvel. Consegui ingressar na universidade aqui, e to as voltas com esames e ideas pra começar a tese.
      E vc, deu tudo certo?
      Espero q sim. :)

      Excluir
  4. tenho cidadania italiana e sou dentista no brasil tb é o mesmo processo? abraco.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O processo que eu descrevi, è para quem jà tem um titulo mas quer continuar os estudos. Para quem quer validar a profissao, no seu caso dentòlogo, o processo è diferente.
      Vc terà que fazer seu processo pelo Ministero della Giustizia, independente se vc è ou nao cittadina italiana. Pois sua profissao è regulamentada aqui, igual ao Brasil. http://www.salute.gov.it/professioniSanitarie/professioniSanitarie.jsp

      Eu nao posso te dar mais informaçoes sobre a validaçao da profissao pq nao foi o processo que fiz. Mas te deixo um link onde vc encontra mais informaçoes. Ok? http://www.cimea.it/default.aspx?IDC=110
      Espero ter ajudado. Outras duvidas, me mande um email, e eu tentarei te ajudar como puder.
      Boa sorte!

      Excluir
  5. OLA ADOREI SUA SAGA ...........BJUS

    ResponderExcluir
  6. Olá obrigado por compartilhar as informações!
    Você saberia me dizer se existe prazo de validade após realizar a tradução e o reconhecimento das assinaturas dos documentos?
    Obrigado
    Fabio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fabio! Seja bem vindo. Fico feliz em saber que as informacoes foram uteis. =)
      Entao, a validade da traduçao dos documentos vai depender da universidade em que vc prentende entrar.

      Em geral os documentos relacionados ao estudo nao expiram, mas a traduçao dos documentos pessoais de identificaçao podem ter uma validade, mas quem vai te informar disso è a universidade. ( no meu caso nao tinham prazo de validade)

      Mas è importante ter bom senso tbm, por exemplo se vc tem um documento jà traduzido e autenticado, mas è velho de 10 anos, vc hà de convir que a universidade italiana fica meio confusa, visto que o pedido pra validaçao do diploma poderia ter sido feita beeem antes.
      Na mais, digo e repito, contate sempre e quantas vezes for necessario a embaixada italiana responsavel pela jurisdiçao do seu estado. Geralmente eles sao educados e disponiveis e là eles sabem informar melhor sobre possìveis mudanças no processo.

      Boa sorte!

      Excluir
  7. Eu também estudo Comunicação Social mas estou em Publicidade e Propaganda e pretendo logo que terminar o curso ir pra Italia já que tenho direito à cidadania. Por ser da msm área vc sabe se dá pra revalidar o diploma e como isso é feito?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olà, pode ser feito sim.
      Mas voce provavelmente terà que voltar pra universidade aqui, por no minimo 1 ano. O que vai influenciar nesse tempo, se mais ou menos, vai ser o curso que vc escolher aqui. Porque, por mais que vc escolha um curso de publicidade e propaganda daqui, alguns exames serao diversos dos que vc fez no Brasil. Ou seja, teràs que fazer alguns exames + a monografia.
      Quando eu pedi pra revalidar o meu, que è de jornalismo no Brasil, escolhi um curso de "comunicazione professionale e multimediale", em eu tive que fazer somente o ultimo ano do curso.

      Os primeiros passos vc pode seguir esse meu post. Que foi o que eu tive que fazer, e geralmente sao os documentos base, pra vc ter o avao da embaixada italiana no Brasil, que comprova pras instituiçoes italianas q vc estudou determinadas coisas.

      No mais, vc tem que procurar uma universidade daqui da Italia com o curso que te interessa, e pesquisar quais os documentos a mais que eles requerem, tempo de inscriçao, e outros passos a aseguir. Cada universidade tem um polìtica diferente quanto a revalidaçao de diplomas estrangeiros (equipollenza di laurea consegnata all'estero).

      Espero que tenha te ajudado.
      Boa sorte!

      Excluir

Vou adorar ler o seu comentário aqui!

Obrigada. =)