Páginas

segunda-feira, 10 de março de 2014

Minha primeira vez

Eu já contei que no início do ano ganhei minha linda, e tão sonhada, máquina de costurar, né!?

Então, eu a dei o nome de Geraldine (sim, minha máquina tem nome), em homenagem a Geraldine Hoff, musa inspiradora da famosa foto We can do it!, símbolo do feminismo. Porque apesar de algumas pessoas acharem que costurar é uma coisa de “Amélia”, eu acredito que ter a liberdade de escolher costurar, cozinhar, ir pro escritório ou pra guerra é, antes de feminista, ser livre. E é isso que importa, sem julgamentos de ser “coisa de homem ou de mulher”.

Aí que eu nao sabia nem colocar a linha na bichinha, mas decidida a não pagar pra fazerem minhas bainhas aprender com a ajuda do “Iutúbi” e dos sites/blogs nesse mundão de internet. Comecei aprendendo como funciona a bonita, quais os pontos, aprendi que as linhas vendidas na feira se rompem com uma brisa, e fui tentar fazer uma almofadinha pros afinetes. Não ficou aqueeela maravilha, mas ok.

Deixei a Geraldine descansar por algumas semanas, até que resolvi me arriscar a fazer as bainhas de umas calças novas. Oh medo! Mas depois de uma tarde inteirinha, consegui fazer uma coisa aceitável. E no outro dia fiz mais uma, que ficou quaaase perfeitinha!

BainhaQue orgulho! (Clica pra ver a imagem maior)

Depois desse dia, o mosquitinho do DIY me ferrou bonito. E eu que já gostava, agora virei aloka da costura! Ahahah.

Comprei dois pedaços de tecido na feira (mercato), daqueles em oferta, pra não jogar dinheiro fora se desse errado… e decidi fazer uma roupinha pra Geraldine, que seria o meu primeiro projeto de costura partindo do zero.

Comecei seguindo um tutorial na net, mas abandonei logo no início porque queria fazer do meu jeito. Aí foi tudo no olhômetro, na intuição e com “ajuda” do Ubik e da Nova.

20140309_161704IMG_20140309_185023

Posso com isso??

Depois de uma tarde ~e noite~ de domingo inteirinha, terminei! E na minha modesta opinião, acho até que ficou bonitinho.

Diz aí, se a Geraldine não ficou uma gracinha!?! Ah, e é dupla face, tá meu bééém…

20140310_095031IMG_20140310_003404

IMG_20140310_003326IMG_20140310_003059

E como primeira vez a gente nunca esquece, né… tive que resgistrar aqui, esse nosso momento lindo. =)

.

10 comentários:

  1. Que legal Manu, tão bom quando superamos os nossos desafios, sabe que eu nunca tive coragem de usar uma, morro de medo..rs...quem sabe um dia!
    Adorei a parte das escolhas de nós mulheres !!!!
    Bjks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Tati, eu tbm tinha medo, quando vì que aqui ou eu pagava o dobro do valor da calça pra fazerem uma mìsera bainha, o medo sumiu na hora! E' como dizem, nè: basta doer no bolso, pro cara aprender. Ahahaha! =P

      Beijoca!

      Excluir
  2. CARACOLHES me humilhou!!! Hahahaha
    Primeira vez? Fala serio ne Manu... Já decidi a proxima Stella McCartney será vc, ja catei meus insignificantes trapinhos e sai de fininho! Hahahahahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahahahah bobona!
      Atè parece... jà fizeste um monte de coisa linda, q eu nem me atrevo.
      Ainda me lembro bem da caminha pra Bichinha e das almofadas lieeendas com as iniciais que fizeste, um dia chego nesse nivel!

      =*

      Excluir
  3. Kkk...nao acredito Manu...que horror...voce torceu o braço dormindo?

    ResponderExcluir
  4. Oi Manu!! Vi seu comentário lá no Facebook e corri aqui pra ler o seu post sobre a Geraldine. ADOREI o que você escrever sobre o ato de costurar. Em um mundo onde as mulheres precisam ser fortes, decididas e tudo mais, querer costurar vira um ato de coragem, né? Como se fazer um trabalho manual nos tornasse mais frágeis!! Aff, cada uma, né?

    E parabéns pela capinha! A Geraldine ficou um luxo! :)

    Bjs,
    Ana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana!!
      Que legal ver teu comentario aqui!
      Pois è, teve gente q riu da minha cara, quando disse que queria uma maquina de costura. E teve gente que disse que nunca pensaria que eu, que tinha feito universidade, ia querer ficar atràs de uma maquinha de costurar. Oi??? Como assim, gente!?!?! O que uma coisa tem a ver com outra??
      Eu nao tenho paciencia, olha. --'

      Obriadaaaaaa!!!
      Super beijo!!

      Excluir
  5. Amei! Amei! Eu tenho muita vontade de aprender a costurar e tenho certeza de que comprarei uma máquina de costura para mim no futuro. Por enquanto eu não tenho tempo para nada por causa do mestrado, mas assim que eu alcançar uma certa estabilidade na vida, aprender a costurar é uma das minhas prioridades!

    Abraço,
    Lidia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E olha q eu nem tenho muita paciencia, Lidia. Quer dizer, ela è quase inesistente no meu vocabulario (my bad), mas to descobrindo de costurar me relaxa... =D

      Um beijo!

      Excluir
  6. eu queria ter paciência e o dom de fazer as coisas no olhômetro. porque até o que eu cozinho sempre, a receita tá do lado para eu não esquecer nada. rsrs
    parabéns por essa primeira vez. Ui!

    ResponderExcluir

Vou adorar ler o seu comentário aqui!

Obrigada. =)