Páginas

sexta-feira, 11 de março de 2011

Restaurante brasileiro na Holanda

istockphoto_12782832-chefEngraçado quando a gente nunca dar valor ao que tem, né? Nunca tá bom, sempre falta alguma coisa… Quando eu estava no Brasil era aqueeeela frescura pra comer. Churrasco? Eu fazia cara de tédio. Churrasquinho de gato? Jamé!!! Peixe cozido? Eu preferia comer ovo frito. Aqui não tem nada disso e só porque não tem, eu quero. Humpf…

Descobri um restaurante brasileiro em Eindhoven, não muito longe de casa. Pensei eu, ingênua: “Maravilha!! Já posso comer um churrasquinho”.

- Pausa para observação: “Não, isso não é um post saudosista” – continuando…

Pi, muito empolgado depois de comer a verdadeira picanha [1 kg de picanha, e era meia porção], jurava que ia se esbaldar. Tadinho, ficou quase uma semana me dizendo que ia comer picanha pra matar a saudade e pra comparar com a que comemos no Brasa. Pois bem, lá fomos nós tentar o tal do Braziliaans Eetcafé Carioca.

Ambiente de floresta com coqueiros e avezinhas pendurados pelo salão. Música brasileira de trilha sonora e menu em português [errado, mais era português]. Me animei com a possibilidade de entender o que ia comer sem pedir explicação. E assim foi. Pi pediu a desejada Picanha e eu me joguei num Churrasco Misto.

A comida chegou, momentos de tensão “tchan tchan nam nam…” decepção total. A tão esperada Picanha chegou e virou um bifinho, com gosto de fígado [ecaat]. Meu Churrasco Misto veio cheio de um tal de “Brazilian’s sauce” que eu nunca vi na vida! No menu dizia que vinham 6, SEIS, linguiças calabresas… quando vi no prato eram seis, ok… mas daquelas salsichinhas de 4cm pra petisco! Pensa, fake total!

Tivemos que engolir, né. Quando terminamos a gororoba com muito esforço, veio a mocinha com um papel pra colocarmos nossas sugestões para o restô. Eu metida decidi escrever em português, já que estávamos num restaurante brasileiro. Bobinha demais eu… falei sobre a comida e o atendimento, e entreguei pro dono, eu disse D-O-N-O do restaurante, e perguntei se alguém lá poderia entender as minhas sugestões. Ele me disse que ninguém lá falava português e ainda me perguntou se Português era parecido com Espanhol. Se sim, ele tentaria entender. [Como é!?!]

Como pode o fulano ter um restaurante brasileiro, com “Carioca” no meio do nome, e nem ao menos saber o que é português!?!? Fiquei revoltada, mas mantive a classe. =P

Eis um lugar que eu pretendo não voltar tããão cedo. E se você puder, também passe longe da porta.

A revolta foi tão grande que até esqueci de fazer foto da comida. Mas taí a fachada do Restaurante “Brasileiro” fake.

GEDC1046                 “Braziliaans Eetcafé Carioca – onde seus pesadelos gastronômicos se tornam realidade.” 

 

E vocês, já encontraram um restaurante fake?

.

4 comentários:

  1. Comece à se acostumar. Eu já não faço mais questão de ir à restaurante brasileiro, pagamos caro só pelo nome, porque a comida deixaaaa muitoo à desejar. Criei vergonha na cara e fui pra cozinha :P, afinal de contas eu também sou brasileira e posso cozinhar ora bolas!! XD

    ResponderExcluir
  2. Justamente Rydi!! Prefiro muuito mais as comidinhas que tô fazendo em casa, do que as tais brasileiras desse dai. Meus dotes culinários estão super se desenvolvendo. =P

    Troca de receitas tá valendo! ;)

    ResponderExcluir
  3. OI Manu,
    Uma das coisas que mais sinto falta do Brasil é a comida, sabe aquele arroz com feijão bem caseiro. Rodizio entao nem se fala.
    Nossa, mas falta de noção do dono, nem pra conhecer a cultura do proprio negocio dele.
    Mas valeu a dica, esse eu vou passar longe.
    bjuss

    ResponderExcluir
  4. Ah mas que ninguém merece viu? E a pessoa nem entendia português mas tem carioca no nome do restaurante? Eu me pergunto se ele sabe o que é carioca?!?!?! hahahahaha

    Acho que deve ser por isso que os mexicanos não vão à restaurantes mexicanos aqui...Eles dizem que é tudo americanizado...Não é a mesma coisa, na verdade é uma ofensa rs!

    Bjos

    ResponderExcluir

Vou adorar ler o seu comentário aqui!

Obrigada. =)