Páginas

quarta-feira, 30 de março de 2011

28 de Março – O primeiro de muitos

P1010107                                                      A resposta dele: “Io di piú”

Um dia eu decidi que não queria mais ninguém e muito menos me importar com esse negócio de sentimentos, relação, amor e blá blá blá. Ele apareceu. Ao pouquinhos fui gostando da brincadeira, e quando me dei conta, já nem lembrava da promessa que tinha feito a mim mesma de não me apaixonar por um bom tempo.

A partir daquele momento a única coisa que eu pensava era encontrá-lo e comprovar que ele era quem eu pensava. E, sorte minha! Ele era/é tudo aquilo e mais um pouco.

Eu sei muito bem que relações não são fáceis, principalmente a minha e a dele, já que envolvem três países… mas apesar da saudade (mesmo quando estamos juntos), das diferenças, dos meus estresses meus momentos incompreensíveis e de muitas outras coisas que fazem de mim e dele imperfeitos. Assim mesmo, juntos nós somos perfeitos um para o outro.

Depois de tantas coisas acontecendo tão rápido, e nesse tempinho que as vezes parece ter passado uma eternidade o meu orgulho, admiração e o sentimento por ele só crescem mais e mais (até quando ele é um bobão chato. Ahah!).

Só posso dizer a ele, obrigada. Obrigada por há um ano fazer minha vida e meu sorriso mais feliz, por me fazer esquecer da minha promessa e me ensinar que o sentimento vale a pena. Obrigada por estar nos momentos importantes, bons e ruins ao meu lado. Obrigada por ser meu amigo, alguém que posso confiar. Obrigada por me apoiar. Obrigada pelo teu sorriso, pelo teu olhar e outros 365 obrigadas. Enfim, obrigada por ser você, meu one-year official boyfriend. Coração vermelho

Feliz um ano (e dois dias) pra gente!!!

one year collage

.

4 comentários:

  1. Parabeeeeeens Manu!!!! E que venham muuuuuitos mais!!!
    É isso ai,o amor as vezes aparece quando menos esperamos,bom demais!!!
    Emocionei la com teu comentario,viu..rs?
    Beijocas!!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns!!! A vida nos prega tantas peças, não é verdade?!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Morri de fofura.
    É quando a gente não está procurando que as melhores coisas da nossa vida acontecem, né?

    Felicidades.

    ResponderExcluir

Vou adorar ler o seu comentário aqui!

Obrigada. =)